O planejamento logístico para e-commerce leva em conta três níveis: estratégico, tático e operacional. Eles atuam, respectivamente, na definição de metas, na busca por estratégias que alcancem os objetivos estabelecidos e na implementação das atitudes necessárias para atingi-los.

Nesse viés, é fundamental realizar um planejamento que considere esses níveis. Quer saber como organizar o seu negócio para o ano de 2022? Então confira os principais aspectos que merecem a sua atenção neste post.

Importância do planejamento logístico para o e-commerce 

A logística é fundamental para proporcionar ao cliente uma boa experiência e, assim, fidelizá-lo.

Ao conhecer o processo logístico, é possível identificar problemas e elaborar métodos de combatê-los, além de prevenir novas falhas.

Um período ideal para fazer isso é o início do ano, já que é um momento propício para planejar o futuro e buscar aprimorar a logística do e-commerce no decorrer do ano.

Desse modo, um bom planejamento logístico é vantajoso porque:

  • aumenta a visibilidade empresarial;
  • melhora a produtividade dos colaboradores e a eficiência dos processos;
  • diminui custos;
  • prevê riscos; 
  • ajuda a empresa a se adaptar ao cenário atual; 
  • promove a satisfação do consumidor.

Como fazer um bom planejamento logístico

Realizar um planejamento logístico para e-commerce, com certeza, não é uma tarefa fácil, principalmente para iniciantes. No entanto, sem uma organização, nenhum negócio cresce.

Logo, o primeiro passo é conhecer o processo logístico, que envolve a armazenagem da mercadoria, bem como o seu transporte e a sua entrega. Ele pode ser dividido, basicamente, em:

  • recebimento da matéria-prima ou da mercadoria;
  • controle fiscal e físico;
  • armazenamento no estoque;
  • divisão e identificação do produto;
  • preparação do pedido;
  • envio do produto para ser transportado ao cliente;
  • transporte da carga;
  • rastreamento e monitoramento da entrega.

Assim, para que todas as etapas funcionem com eficiência, é preciso fazer um bom planejamento logístico, além de monitorar o processo e buscar estratégias para minimizar custos e falhas e aumentar o lucro. 

Para isso, você precisa definir as suas metas a curto, médio e longo prazo e o que você fará para alcançá-las. Confira as dicas a seguir para se preparar com inteligência e competência.

Organização e cuidados com a mercadoria

Tudo que envolve o seu negócio deve ser organizado e planejado. 

Isso inclui o controle de estoque, que é uma etapa essencial para evitar gastos advindos da carência de insumos e de produtos em falta ou em excesso, além de prevenir falhas no atendimento ao consumidor.

Além do produto ser bem armazenado, ele precisa ter uma embalagem adequada para ser protegido, o que garante que a mercadoria chegará com precisão ao destino.

Recursos tecnológicos

A tecnologia é uma grande aliada para otimizar os processos do e-commerce e aumentar a produtividade.

Existem vários programas e aplicativos com diversos objetivos, como verificar e controlar os gastos. Assim, é mais fácil estruturar as informações e monitorá-las. 

Você pode utilizar softwares de gerenciamento que disponibilizam métricas, ou seja, índices de desempenho com o objetivo de mensurar e analisar o retorno das vendas ou de campanhas. Isso é importante para tomar decisões corretas no decorrer do ano.

As ferramentas digitais também podem ser usadas para atender a clientela em vários canais, como chats e redes sociais. 

Outro modo de usufruir da tecnologia é divulgando seus produtos na internet, em blogs e nas redes sociais, por exemplo, produzindo conteúdos pertinentes e atraentes para que o público se interesse em efetuar uma compra.

Frete e prazo de entrega

No seu planejamento devem constar informações relevantes sobre frete e o prazo de entrega de um pedido.

O frete grátis é uma boa estratégia para atrair consumidores, mas para evitar prejuízos é fundamental planejar e verificar se essa opção cabe no orçamento da sua empresa. 

Mantenha contato com a transportadora para deixar os valores do frete sempre atualizados e busque deixar transparente para o cliente as várias possibilidades de frete de acordo com o valor do pedido.

O prazo de entrega também deve ser bem estabelecido para não gerar frustração, já que o cliente espera receber o seu item na data estipulada pela sua empresa e não depois. Uma estratégia é aumentar em 1 ou 2 dias o prazo para evitar atrasos.

Modos de entrega

O transporte da carga é um procedimento que não pode faltar no planejamento logístico. Existem várias formas de entrega e você pode escolher mais de uma transportadora e investir em um seguro em caso de extravio ou roubo de carga.

Também é possível utilizar transportes alternativos para entregas próximas, como motoboys.

Contrate uma transportadora comprometida e que tenha experiência no mercado para garantir que as mercadorias serão entregues no prazo certo e sem erros. Ela também precisa oferecer um sistema de rastreamento de carga para certificar a segurança do serviço.

Logística reversa

O ideal é que o cliente receba o item que pediu íntegro, mas podem ocorrer problemas e imprevistos, como produto danificado, incompleto ou incorreto.

Para isso, existe uma política de troca e devoluções conhecida como logística reversa. Vale a pena implementá-la na sua empresa para ter um melhor atendimento ao consumidor e, assim, aumentar a probabilidade do cliente ficar satisfeito.

O planejamento da logística reversa deve ser feito de modo que amenize custos e deixe as informações acerca do processo de retorno claras e disponíveis para consulta, ou seja, nada de artimanhas que vão prejudicar o cliente e comprometer o posicionamento da sua empresa no mercado.

Lembrando que o cliente tem o direito assegurado pela lei nº 8.078 (11 de setembro de 1990), conhecida como Código de Defesa do Consumidor, de desistir da compra feita fora do estabelecimento físico em até 7 dias após o recebimento do produto ou em um prazo maior estendido pelo vendedor.

Conclusão

O planejamento logístico é imprescindível para qualquer empreendimento, sobretudo o e-commerce. Sem uma boa organização, é difícil manter um negócio lucrativo e que satisfaça os consumidores.

Em vista disso, fique atento ao orçamento empresarial e faça uma previsão de vendas para calcular qual será a demanda para os próximos meses e se organizar para atendê-la.

Curtiu as dicas? Descubra também como encantar o seu cliente com uma boa embalagem para e-commerce.

× Olá! Posso ajudar?