A expansão do negócio é um passo importante dado por muitas empresas e pode ser feita por meio da adição de novos produtos, ao expandir-se geograficamente para outros mercados consumidores, com o acréscimo de franqueados ou pela fusão e aquisição de novos negócios, só para citar algumas possibilidades. 

Em meio a tantas vantagens a expansão empresarial traz: maior competitividade no mercado, aumento nos lucros, mais visibilidade e prestígio da empresa e ampliação do seu market share.

Expandir seu negócio, aumentar suas vendas, fazer o seu número de clientes crescer, formam parte das metas que estão nos seus planos futuros? Pois bem, a verdade é que esses são desejos presentes em muitos dos novos empresários  e, com certeza, destacam-se dentro de qualquer planejamento empresarial a longo prazo.

Essa caminhada, que a primeira vista parece tortuosa e cheia de desafios difíceis de serem superados, faz com que muitos dos que se propõem a expandir seus negócios venham a se perder no caminho, seja por falta de planejamento adequado, por ingenuidade ao analisar o mercado ou por adotar um modelo estratégico que não seria o mais adequado ao seu negócio. 

Contudo, todos esses erros comuns podem ser superados com uma pesquisa consistente para a construção de um plano de negócio mais realista e que traga resultados de fato.

Como você já deve ter percebido, aumentar geograficamente o seu mercado consumidor é algo que exige cuidado e planejamento. É por isso que trouxemos aqui algumas dicas para ajudar você a construir sua franquia de uma forma mais concreta e realista. Confira!

Quais fatores levar em conta na hora de expandir o seu negócio? 

Estudo de mercado

Talvez um dos fatores mais importantes para expandir a sua empresa seja perceber as qualidades do solo sobre a qual ela se ergue, e no campo empresarial este solo é o seu segmento de mercado. E o que queremos que você perceba com isso é que as características mais importantes a colher desta análise são:

  • A estabilidade deste segmento, ou seja, se é possível prever as transformações futuras que ele sofrerá e, é claro, se essas transformações serão positivas ou negativas para o seu negócio.
  • Ainda sobre transformações, é importante perceber quais tecnologias e demais tendências que poderão trazer impacto, novamente percebendo como essas mudanças provavelmente afetariam a sua empresa.
  • Este segmento de mercado está em crescimento? Será rentável a longo prazo? Quais as expectativas futuras para esse nicho, para este ramo de atuação?
  • Como se organiza o perfil dos consumidores dentro deste segmento de mercado? É um perfil estável, que passa por poucas mudanças? Se não, como estes consumidores mudaram a forma como compravam e utilizavam o produto, que você também oferece, ao longo do tempo?

Estudo logístico da sua empresa

Depois de analisar o terreno, é de suma importância que você observe bem a estrutura do seu negócio, suas características e diferenciais, sua capacidade de adaptação e competitividade no mercado externo. A logística entra aqui como um dos pontos mais importantes na expansão da sua empresa. 

Para que os sistemas internos e externos à sua empresa funcionem em harmonia, um bom estudo e trabalho de logística são importantíssimos. Está entre os itens que você tem que saber e observar com cuidado: o fôlego que sua empresa terá nessa corrida. 

Qual foi o seu lucro médio nos últimos anos, ele foi crescente ou decrescente? Sua empresa tem estrutura física e de pessoal para expandir-se?

Todos esses fatores são cruciais para você não afundar a sua empresa no meio do caminho, na tentativa de fazê-la ascender. 

Modelo de expansão do negócio

Depois de ter respondido todas essas perguntas e de ter feito a análise externa e interna de sua empresa, chegou o momento de pôr todos os dados que você coletou na mesa e analisar qual modelo de expansão fará com que você cresça, de fato, e qual o mais adequado para o mercado no qual está inserido o seu negócio. Além disso, é preciso que o modelo escolhido se encaixe na forma como se estrutura a sua empresa internamente. 

Vejamos alguns exemplos de modelos:

  • abrir uma filial: com certeza é uma boa opção, mas ao mesmo tempo perigosa, pois uma filial também gera gastos, é preciso estar com uma frequência de lucros consistentes para que sua filial possa potencializar seus  ganhos e não seus prejuízos;
  • expandir em franquias: é uma ótima direção para quem já tem uma empresa consolidada no mercado, pois a grande vantagem das franquias é a possibilidade de investimento externo, investimento este do qual você poderá liberar-se;
  • patentes de produção: licenciar seu produto é uma excelente forma de  lucrar sem se preocupar muito com isso, é uma estratégia adotada por quase todas as grandes empresas do mundo. Tendo um produto licenciado, você tem também a possibilidade de vendê-lo, sendo assim, acontece uma isenção dos custos extras e você ainda lucra através do sistema de royalties pagos pelos seus associados.
  • aliar-se ou fundir-se com outra empresa: com o devido cuidado e estudo de mercado da empresa você irá coligar-se ou adquirir – Você  adquire também seus clientes, seu nicho de mercado, parte dos seus lucros, entre outros, porém é muito importante analisar essa opção com cuidado, pois também há gastos.
  • explorar o ambiente digital: é uma excelente forma de rapidamente aumentar o seu alcance, o número de clientes e de vendas, hoje em dia, o e-commerce é uma das possibilidades para qualquer empresa que busque uma ascensão no mercado.

Metas objetivas

Tudo o que aqui apresentamos é extremamente importante para que sua empresa cresça, e deve ser utilizado com o que já vem funcionando nela.

Separadamente, cada um destes artifícios de planejamento já é poderoso, mas em conjunto são estrondosamente efetivos: entretanto é importante também ter cautela, observar e estudar bem cada uma das etapas de investimento. 

Portanto, o planejamento estratégico e a atualização do seu plano de negócio é um processo que deve ser aliado e, talvez, um dos fatores de maior importância que falaremos aqui: você precisa saber onde quer chegar, precisa traçar com cuidado suas metas para que elas por melhores que sejam, não se tornem inalcançáveis por serem irreais, dado o contexto interno e externo no qual se insere o seu negócio.

Conclusão

O crescimento e a expansão do negócio está diretamente ligado a um planejamento a curto, médio e longo prazo, sendo que a estratégia para cada um desses períodos deve ser atravessada por muita pesquisa de mercado, análise de estrutura interna, estudo do perfil de consumo ao qual a sua empresa atende, uma boa visão de logística e, é claro, por um bom trabalho de marketing e publicidade.

Assine nossa newsletter e receba mais artigos como este diretamente em seu e-mail.

× Olá! Posso ajudar?